Notícias

28.11.2008

CAIXA DISPONIBILIZARÁ R$ 1,5 BI PARA VÍTIMAS DE CALAMIDADE EM SANTA CATARINA

Compartilhe: Google+

Recursos serão destinados para compra de materiais de construção e eletrodomésticos
A Caixa Econômica Federal vai disponibilizar R$ 1,5 bilhão, por meio de várias ações e operações de crédito, para subsidiar ajuda às famílias que sofreram com as chuvas nos municípios de Santa Catarina. Os recursos serão utilizados pelas linhas de compra de material de construção (Construcard, Producard), eletrodomésticos (Crediário CAIXA Fácil) e empréstimos para pessoa física e jurídica, no segmento comercial e habitacional.
Para pessoa jurídica, a CAIXA vai oferecer cerca de R$ 500 milhões, sendo R$ 50 milhões com taxa a partir de 0,83% + TR ao mês (para micro e pequenas empresas). A CAIXA também aumentou o limite de financiamento de R$ 10 mil para R$ 50 mil por empresa e disponibilizou R$ 100 milhões com taxa a partir de 1,27% ao mês + TR. Já para pessoa física serão R$ 400 milhões e para crédito habitacional, R$ 600 milhões. Todos os recursos serão liberados dentro das diversas linhas disponíveis na carteira de crédito da CAIXA.
Entre as medidas adotas estão mudança de atendimento com horário estendido e em fins de semana e deslocamento de equipe de todas as regiões do Brasil para dar atendimento à população. O banco irá, ainda, preparar operações itinerantes de penhor para atendimento em locais onde a CAIXA não possui agências e contratar 106 estagiários. Na próxima semana a CAIXA irá divulgar o cronograma das medidas.
As vítimas das chuvas poderão, ainda, utilizar o recurso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviços (FGTS). O valor do saque está limitado a R$ 2.600,00 ou ao saldo da conta vinculada (se inferior a esta quantia). Desde março de 2004 os recursos do Fundo podem ser usados por vítimas de chuva, o que representa 536.844 pessoas beneficiadas, num montante de mais de R$ 543 milhões (até setembro de 2008). Somente neste ano, foram liberados mais de R$ 112 milhões para ajuda de 155.565 pessoas. A Caixa está buscando junto ao governo autorização para facilitar o saque do FGTS, nessa modalidade, a todos cotistas vítimas das enchentes no Estado.
 
Para sacar o recurso, a vítima de calamidade deve seguir os seguintes critérios:
- decretação de estado de calamidade pela Prefeitura;
- reconhecimento dessa decretação pelo Ministério da Integração mediante publicação de Portaria específica;
- entrega, pela Prefeitura, de Declaração de Áreas Afetadas à CAIXA;
- habilitação do trabalhador junto à CAIXA mediante comprovação de titularidade de conta vinculada e de residência em uma das áreas afetadas constantes da declaração citada acima;
- o trabalhador não poderá ter sido beneficiário dessa mesma modalidade de saque nos últimos doze meses.
- o trabalhador tem 90 dias, após a publicação da Portaria do Ministério da Integração reconhecendo o estado de calamidade/emergência decretado pela municipalidade, para solicitar o saque.
 
Segundo o vice-presidente de Atendimento e Distribuição da CAIXA, Carlos Borges, há uma ação concentrada dos empregados para ajudar as pessoas que sofreram com as chuvas. “Nós vamos buscar um local amplo para poder fazer um atendimento em massa, com uma força tarefa, inclusive com participação de empregados de outras unidades da federação, se necessário for”, afirma.
SOLIDARIEDADE – Quem quiser ajudar as vítimas das chuvas no estado pode fazer uma doação na conta 80.000-8, Agência 1877, Operação 006, CNPJ 04.426.883/0001-57.
 
Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal
Tel.: (48) 3722-5020/ (61) 3206-8022/8775

 

Newsletter

Sistema CNDL
©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo