Notícias

14.05.2009

Vendas no varejo sobem em março e fecham trimestre com alta de 3,8%

Compartilhe: Google+

As vendas no varejo brasileiro cresceram 0,3% em março em relação a fevereiro e 1,8% na comparação com igual mês do ano passado, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira. No primeiro trimestre as vendas acumularam expansão de 3,8%.
Na passagem de fevereiro para março, 8 das 10 atividades pesquisas apresentaram acréscimo no volume de vendas, como Veículos e motos, partes e peças (3,9%), Material de construção (3%), Tecidos, vestuário e calçados (1,9%) e Livros, jornais, revistas e papelaria (1,9%). As exceções ficaram com Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com variação nula, e Móveis e eletrodomésticos, com declínio de 2,2%.
No comparativo com março de 2008, 6 atividades do varejo verificaram ampliação nas vendas, entre elas, Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (15,2%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (5%) e Combustíveis e lubrificantes (4,2%). Na ponta oposta, figuraram Móveis e eletrodomésticos (-0,9%) e Tecidos, vestuário e calçados (-8,2%).
Quanto à receita nominal de vendas, o IBGE apontou aumento de 0,5% em março, após alta de 1,9% em fevereiro. No confronto com março de 2008, a expansão foi da ordem de 7,8%. No primeiro trimestre, o acumulado equivaleu a 9,9%. Em 12 meses, a receita nominal de vendas subiu 13,5%.
No comércio varejista ampliado - varejo e mais as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção -, as vendas expandiram-se 2% e a receita nominal avançou 3% no mês em março. Considerando a comparação com março do ano passado, o IBGE revelou incremento de 6,5% e 9%, respectivamente. No acumulado do ano, as taxas foram positivas em 3,7% e 6,6%, na ordem.

Fonte: UOL

 

Newsletter

©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo