Notícias

30.09.2009

SC é o Estado com a maior classe C

Compartilhe: Google+

Santa Catarina é o Estado brasileiro com a maior proporção da população pertencente à classe C, considerada a grande força do consumo. Dos catarinenses, 65,4% estão nesta faixa econômica que tem renda mensal domiciliar entre R$ 1.115 e R$ 4.806.
O Estado também tem a menor proporção de pobres no país, com 4,53% da população pertencente à classe E, que tem renda mensal domiciliar inferior a R$ 768. Também é o Estado com menos pessoas na classe D (13,2%), com renda entre R$ 768 a R$ 1.114. Apesar do menor número de pobres entre os catarinenses, houve aumento na proporção na comparação com 2007, quando 3,67% da população local estava na classe E. A classe C teve recuo, já que em 2007 representava 67,4%. Os dados foram divulgados sexta-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).
 
Brasília tem mais pessoas da classe alta
A capital do país concentra a maior proporção de pessoas na classe alta no país. Do total da população do Distrito Federal, 26,5% pertencem à classe AB. Em todo o Brasil, essa classe representa 10,4% do total.
Por outro lado, 3,08% da população do Maranhão estão na classe AB, o menor nível entre todos os estados do Brasil. Ao mesmo tempo, o estado nordestino tem a segunda maior proporção de pobres, com 33,8% da população classificada na classe E. O maior patamar de pobres está em Alagoas, com 38,8% do total.
 

 

Fonte: Jornal de Santa Catarina

 

Newsletter

Sistema CNDL
©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo