Notícias

30.05.2011

Casais não pretendem economizar no Dia dos Namorados

Compartilhe: Google+

 

Pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio SC) revela que apesar dos últimos sinais de retenção no consumo, os casais não pretendem economizar no romantismo e presentear seus pares no dia dos namorados. O levantamento foi realizado entre os dias 16 a 18 de maio com 3,5 mil entrevistados dos municípios de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville e Lages.

 

A pesquisa apontou que, embora o índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) de maio, disponibilizado pela Fecomércio, e a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, tenham revelado a possibilidade de queda no consumo, os consumidoresainda estão bastante otimistas em relação aos seus gastos. Para o presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt, o fato pode ser explicado por haver um déficit temporal entre a tomada de medidas macroprudenciais e o real impacto nas decisões de consumo dos indivíduos.

 

Com predomínio para as compras à vista (53,1%), os setores mais beneficiados serão os que comercializam produtos tradicionais deste período, como vestuário (40,5%), perfumes e cosméticos (21,7%), calçados e bolsas (13,4%) e flores (8,7%). Além, é claro, do aumento do movimento em restaurantes, hotéis e motéis.

 

A estimativa de consumo é boa para a data, com uma média de gasto de R$ 124,70 por pessoa. O maior ticket médio de consumo ficou para Blumenau, com R$ 151, e o menor para Lages com R$ 111,90, resultados que tem se repetido nas pesquisas sazonais da Fecomércio e que evidenciam o dinamismo da atividade econômica de cada região.

 

Outro dado relevante apontado pelo levantamento, é que além de bons preços, as pessoas procuram também por um atendimento diferenciado, dado que sugere um investimento maior dos empresários no treinamento dos colaboradores.

 

Fonte: Fecomércio

 

 

 

Newsletter

©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo