Notícias

16.12.2016

Após consecutivas quedas, inadimplência sobe 0,5% em Blumenau

Compartilhe: Google+

 

Depois de quatro meses consecutivos de queda, o índice de inadimplência de Blumenau sobe 0,50% em novembro de 2016. Portanto, neste mês, os novos registros (inadimplência de dívida e inclusão do cadastro) foram maiores que os cancelamentos de registros (pagamento de dívidas e exclusão do cadastro). O cálculo é elaborado pelo Departamento de Economia de FURB de acordo com os dados do Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC, da CDL Blumenau.

O Gráfico 1 ilustra a série histórica desse indicador de inadimplência. Esta foi a quinta alta nesse indicador no ano. Em relação ao número total de registros de novembro do ano passado, Blumenau apresenta decréscimo de -5,06%.  De acordo com o presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio, a expectativa é que com a realização da terceira edição do Feirão Limpe Seu Nome - CDL Blumenau, que ocorre essa semana, espera-se uma reversão dessa alta na próxima pesquisa. “Isso corrobora a tendência ocorrida em 2015, quando houve uma alta da inadimplência em novembro, seguida por uma forte queda, impulsionada pela segunda edição do feirão”, afirma Roncaglio. 

Gráfico 1 – Inadimplência, variação mês a mês, novembro de 2015 a novembro de 2016

Em relação a quantidade de registros em novembro de 2016, houve uma expressiva alta de 35,83% em relação ao mês anterior, outubro (ver Gráfico 2). A quantidade de novos registros de novembro deste ano é maior que aos valores registrados no mesmo mês do ano passado (9,71%). 

Gráfico 2 – Quantidade de registros, variação mês a mês, novembro de 2015 a novembro de 2016

Em relação aos outros dados sobre os registros em Blumenau, o mês de novembro de 2016 apresenta alta em quase todos os indicadores, revertendo o quadro dos últimos dois meses. No Quadro 1 há um resumo desses dados, com as variações mensais (outubro em relação a novembro de 2016) e anual (novembro de 2015 em relação a novembro de 2016). Em relação à variação mensal, destacam-se as altas verificadas no número de registros (35,83%), no número de pessoas (37,24%), e no valor total que a população deve às empresas (203,84%). Em relação a outubro do ano passado, há altas significativas em: pessoas (9,71%), e valor total cancelado (160,73%). 

Quadro 1 –Variação mês a mês e variação anual de indicadores de registros

Em novembro de 2016, os cancelamentos ficaram abaixo dos registros, resultando em uma elevação da inadimplência no município. Em relação a outubro deste ano, houve uma desaceleração de -4,17% no cancelamento de registros. Esta é a quinta baixa na variação mensal dos cancelamentos (ver Gráfico 3). 

Gráfico 3 – Quantidade de cancelamentos, variação mês a mês, novembro de 2015 a novembro de 2016

Conforme dados do Quadro 2, os dados deste mês apontam fatores positivos e negativos, principalmente, nos dados relacionados às variações mensais. Em relação ao mês de outubro deste ano, destaca-se a expressiva queda no número de cancelamentos (-4,17%) e na quantidade de pessoas que tiveram seus registrados cancelados (-1,35%). Porém, de acordo com o professor e economista Bruno Thiago Tomio, do Departamento de Economia de FURB, que elabora o índice de inadimplência, o ponto positivo fica no aumento do valor total cancelado (25,62%), que indica uma alta na recuperação de créditos concedidos anteriormente. Em relação a variação anual (novembro de 2015 em relação a novembro de 2016), o comércio de Blumenau aumentou fortemente todos os indicadores, com exceção do indicador de cancelamentos por pessoas, que caiu -6,03%: o número de cancelamentos de registros (15,43%), o número de pessoas canceladas (22,84%), e o valor total cancelado (138,46%). 

Quadro 2 –Variação mês a mês e variação anual de indicadores de cancelamento

Em suma, o índice de inadimplência aumentou em Blumenau no mês de novembro de 2016 (0,50%). “Mesmo aumentando em relação ao mês de outubro deste ano, o número total de registros encontrados neste mês é -5,06% menor do que o total de registros de novembro de 2015”, esclarece Tomio.

 

Manual de Finanças

Elaborado pelo projeto Cuidando do Meu Dinheiro da Universidade de Blumenau (FURB), está sendo divulgado o Manual de Finanças. Neste manual, o interessado vai encontrar várias dicas sobre consumo consciente, controle financeiro e investimentos. Para guardar uma cópia eletrônica basta acessar: http://bit.do/manualfinancasfurb. Além disso, você pode fazer a leitura em: https://issuu.com/economiafurb/docs/manual_de_finan__as.

Pesquisa

O cálculo do índice de inadimplência é resultado de uma parceria entre a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Blumenau e o Departamento de Economia da Universidade Regional de Blumenau (FURB), por meio do Programa de Extensão Contribuindo na Gestão de Finanças. Os números de registros e cancelamentos do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) são repassados pela CDL à FURB, que elabora o índice de inadimplência.

 

Newsletter

©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo