Notícias

23.08.2017

CDL Blumenau discute melhorias para o comércio com o poder executivo

Compartilhe: WhatsApp

A fim de tratar de melhorias para Blumenau, que impactam o comércio, a CDL Blumenau se reuniu com o poder executivo da cidade, na última quarta-feira, 16, na prefeitura. O presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio, o gerente-executivo da CDL, Arlindo Sehnem Filho, e o responsável pelas questões jurídicas da entidade, Angelito José Barbieri foram recebidos pelo vice-prefeito, Mario Hildebrandt, e pelo diretor geral do gabinete do vice-prefeito, André Espezim.

CDL Blumenau discute melhorias para o comércio com o poder executivo

Da esquerda para à direita:  O gerente-executivo da CDL, Arlindo Sehnem Filho; presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio,  vice-prefeito de Blumenau, Mario Hildebrandt, diretor geral do gabinete do vice-prefeito, André Espezim e o responsável pelas questões jurídicas da entidade, Angelito José Barbieri.

De acordo com o presidente da CDL, o encontro teve como objetivo tratar de situações que estão ocorrendo principalmente no centro de Blumenau e precisam de atenção, como é o caso dos moradores de rua, do comércio ilegal, principalmente nos semáforos, bem como os malabares, além das feiras itinerantes e comércio na beira das estradas em geral.

Roncaglio explica que essas situações estão ficando cada vez mais corriqueiras, mas prejudicam o comércio e até mesmo a população em geral. “Quando falamos do comércio ilegal nosso objetivo não é tirar o sustento de quem está ali vendendo, mas sim estabelecer uma relação justa entre quem precisa cumprir uma série de exigências e quem vende sem autorização, deixando de pagar imposto, taxas e alvarás”, afirma Roncaglio.

De acordo com o presidente, ao encontro dessa situação há a pirataria e a venda de produtos com procedência duvidosa. Além dessas práticas ilegais ocorrem nas ruas, elas também são praticadas em feiras itinerantes. “Não estamos generalizando, mas sabemos que existem sim produtos falsificados, pirateados e até mesmo roubados ou furtados sendo comercializados”, comenta.

Para combater essa ilegalidade, a fiscalização, segundo Roncaglio, é uma das principais medidas a serem tomadas. “A fiscalização, além de proteger as pessoas de produtos que podem causar danos, especialmente à saúde, é uma forma de evitar a informalidade. Quanto maior a informalidade, mais o município deixa de arrecadar. Ou seja, é um problema para todos”, ressalta o presidente.

Para o Hildebrandt, a aproximação entre o poder executivo e entidades representativas como a CDL Blumenau é sempre positiva. “Podemos discutir situações, pensar em soluções e agir juntos, contribuindo ainda mais com o desenvolvimento da nossa cidade”, destaca o vice-prefeito.

Durante a reunião, os participantes acordaram que os próximos encontros serão mais frequentes e envolverão mais setores. “Não fomos até a prefeitura apontar problemas, mas sim abordar essas situações e buscar caminhos para ajudar a resolver. O vice-prefeito foi muito atencioso e se colocou à disposição para trabalharmos juntos”, afirma Roncaglio.

CDL Blumenau discute melhorias para o comércio com o poder executivo

Helio Roncaglio, presidente da CDL Blumenau, (à esquerda) foi recebido pelo vice-prefeito de Blumenau, Mario Hildebrandt.

 

Newsletter

Sistema CNDL
©2016-2022 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG

Política de Privacidade
Topo