Notícias

05.03.2020

Dia da Mulher: empreendedora blumenauense faz sucesso investindo em moda plus size

Compartilhe: Google+

Num dia, sócia da mãe na loja, no outro, proprietária. Foi dessa maneira que Juliana Raimundo da Silva Creuz se tornou, oficialmente, empreendedora. Em meados de 2010, com a aposentadoria da mãe, ela passou a ser responsável pelo estabelecimento que, atualmente, é referência em moda plus size em Blumenau: a Ponto 55.

A história da loja iniciou em 1 de abril de 1993, como um empreendimento familiar, operando dentro de casa. O nome do estabelecimento, que gera curiosidade até os dias de hoje, foi dado em referência ao número do imóvel onde tudo começou. Na época, a Ponto 55 tinha como foco o ramo de calçados, ampliando, mais tarde, para confecções em geral.

Formada em matemática, a trajetória profissional da blumenauense de 49 anos começou, na verdade, na fundação da loja, onde trabalhou desde cedo com a mãe, Maria Cezira da Silva. Com o tempo, pegou gosto pelo ofício. “Todo dia é um desafio, mas não me vejo fazendo outra coisa, especialmente depois de tanto tempo trabalhando no comércio. Eu amo fazer o que eu faço. Trabalhar com o público me faz muito bem”, comenta a empresária.

Desde 2010, Juliana toca a loja por conta própria e admite ter sentido receio de assumir o estabelecimento. Entretanto, resolveu aceitar a oportunidade e encarar de frente o desafio. “Quando a minha mãe falou ‘Ju, eu vou parar. Você quer continuar mantendo a loja?’, eu senti um pouco de medo no início, pois eu teria de assumir todas as responsabilidades sozinha, desde o atendimento, compras, até o financeiro. Decidi encarar e aprender tudo o que ainda me faltava, mas sempre procurei aprender bastante também com minhas clientes”, afirma Juliana.

Foi por meio da observação e do aprendizado com a clientela que a comerciante encontrou o nicho que mais lhe trouxe prazer em trabalhar, a moda plus size. “Nós trabalhávamos com vestuário masculino e feminino. Depois, percebemos a necessidade do plus size. Eu comecei pegando uma pecinha ou outra e as clientes começaram a procurar a loja e pedir, constantemente, pelas peças que eu trabalhava. Daí em diante, eu me especializei no plus size. Hoje em dia, apesar de eu ainda trabalhar com tamanhos menores, posso dizer que me identifiquei trabalhando com plus”, diz a empresária.

Há 25 anos associada à CDL Blumenau, a empreendedora diz que a loja sempre pôde contar com o apoio e os serviços oferecidos pela entidade. “Nós sempre trabalhamos com crediário, então, sempre precisamos utilizar o serviço da CDL para fazermos as consultas de SPC”, afirma a associada, que também participa das campanhas promovidas pela entidade.

Ao lembrar do desafio e administrar um empreendimento, Juliana diz que nem tudo são flores, mas afirma que o receio é parte natural do processo e que o sentimento de insegurança não pode ser maior do que a vontade de seguir adiante. “Claro que temos medo. Mas se não tentarmos, como iremos saber se vai dar certo ou não? Então, se uma mulher me pedir um conselho sobre o receio de empreender, eu diria que tem que começar com medo mesmo, focar, trabalhar e acreditar. Com certeza, vários obstáculos irão surgir e terão pessoas que te falar para parar, mas se é isso que você quer e acredita, você tem que focar e ir em frente”, finaliza Juliana.

Texto: Lucas Lemes Gavião

Dia da Mulher: empreendedora blumenauense faz sucesso investindo em moda plus size

 

Newsletter

©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo