Notícias

23.06.2020

Tecnologia que ajudará cegos a identificarem estabelecimentos comerciais tem apoio da CDL Blumenau

Compartilhe: Google+

Você já parou para pensar em como uma pessoa com grande dificuldade de enxergar ou cega identifica um estabelecimento quando está na rua? Até o momento, o jeito é contar com a ajuda de quem circula pelas vias. Mas, um projeto de quatro acadêmicos do curso de Engenharia de Controle de Automação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), promete uma solução, que traz mais autonomia aos usuários e torna o comércio mais inclusivo.

É a pulseira Vision, que avisa o deficiente visual sobre o tipo de estabelecimento pelo qual ele está passando. Murilo da Rocha, um dos acadêmicos envolvidos, explica que, para que a tecnologia funcione, é preciso que os estabelecimentos tenham um dispositivo chamado BlindBox, que emite um sinal contendo as informações do local e que serão recebidas pela pulseira. Quando o usuário passar pela frente, sentirá uma vibração e poderá escolher se aceita ou não saber qual é o estabelecimento.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), só em Santa Catarina são pelo menos 180 mil pessoas que têm grande dificuldade ou não conseguem enxergar. Para o presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio, a falta de acessibilidade é ruim para todos. “É desfavorável aos deficientes que não podem comprar ou enfrentam dificuldades para tal, bem como para o comércio, que deixa de atender estes consumidores. Por isso, estamos apoiando a inciativa e convidado os lojistas a participarem”, explica.

A primeira parte do projeto foi ouvir os deficientes visuais da região, entender as necessidades deles e desenvolver o produto. Agora vem a segunda etapa: captar lojistas interessados em participar do projeto. Para validar a iniciativa, os acadêmicos precisam conversar com empresários e entender de que maneira ele pode ser viabilizado. Não haverá nenhum custo aos interessados, nesta fase de estudo.

A equipe precisa de pelo menos 40 voluntários, sendo 10 do segmento de calçados; 10 de vestuário; 10 de medicamentos, cosméticos e perfumaria; cinco de relojoaria e ótica e cinco de eletrônicos. Para fazer parte desta etapa do estudo, os interessados devem CLICAR AQUI e preencher o formulário.

Tecnologia que ajudará cegos a identificarem estabelecimentos comerciais tem apoio da CDL Blumenau

Protótipo da pulseira Vision, que ajuda deficientes visuais a identificarem estabelecimentos comerciais.

Foto: divulgação

 

Tecnologia que ajudará cegos a identificarem estabelecimentos comerciais tem apoio da CDL Blumenau

Parte da equipe que está desenvolvendo a pulseira Vision.

Foto Divulgação

 

Newsletter

©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo