Notícias

24.07.2020

“Setor do comércio não merecia ser surpreendido pelo governo municipal”, por César Wolff

Compartilhe: Google+

*César Wolff

O fechamento do comércio na cidade de Blumenau, por mais uma vez, poderia e deveria ter sido evitado. Medida extrema, com graves repercussões na economia, que, se realmente inevitável, não dispensava amplo diálogo e planejamento.

Entre idas e vindas, o governo municipal errou em suas previsões e, por conseguinte, nas medidas anteriormente adotadas.

Da forma como foi decidido, descarregou-se todo o ônus da pandemia sobre um único setor da economia, mais frágil do que o industrial. O lojista é um aliado importante no combate à Covid-19. O comércio de rua, é bom que se reafirme, se constitui numa atividade formal, com seus estabelecimentos sujeitos às normas sanitárias, controle e fiscalização governamental, sendo o maior interessado em manter um equilíbrio entre as medidas sanitárias e a atividade econômica.

Tudo que a sociedade não precisa neste momento é perder a confiança em seus governantes. Diante de crise tão grave e duradoura não há espaço nenhum para medidas adotadas de surpresa, sem a audiência prévia e a efetiva participação de todos os legítimos representantes dos setores afetados.

Sim, os leitos de UTIs lotaram. Mas isso não deveria ter ocorrido. Repita-se, houve erro de percepção, erro de estratégia e erro de comunicação. Não se pode culpar as pessoas. É preciso reconhecer a própria ineficiência.

Possivelmente se os parques estivessem franqueados à utilização racional, se a fiscalização do uso de máscaras e das práticas de proteção não fosse apenas uma retórica governamental, se o diálogo entre o setor produtivo e governo fosse permeado pela sinceridade e comprometimento recíprocos, desde o começo, a realidade seria outra.

Não se consegue manter as pessoas em completo isolamento por muito tempo. É ilusório. A lógica do tudo ou nada não funciona na prática, mas só no mundo ideal de alguns poucos sábios. No início de tudo cidades e praias foram completamente fechadas, pessoas foram impedidas de sair de casa, o transporte público paralisado. Não obstante, aqui estamos.

O mundo real é muito mais complexo do que um laboratório. Várias mentes tendem a produzir melhores resultados do que uma única. Juntos, governo, setor produtivo, setor da saúde e sociedade civil terão condições de combaterem o bom combate contra esse vírus. Mas isso só ocorrerá em ambiente de plena e mútua confiança. E esse é o grande desafio.

*César Wolff é advogado e professor da Furb. Foi presidente da subseção Blumenau da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2010 e 2015. 
Fonte: Portal O Município Blumenau

 

Newsletter

©2016 - CDL Blumenau - Todos os direitos Reservados - Desenvolvido por SEDIG.
Topo